Novidades muito em breve!!! :D

09 julho 2015

Tutorial - Criando Servidor (Spigot, 1.8x)


No meu Post de apresentação eu expliquei um pouco sobre servidores com Plugins, suas APIs e etc; E neste Post vou por em prática o que eu disse, certo ? Que no caso é de como criar um Servidor  - e esta no título também rsrs - usando Spigot (API recomendada). Lembrando que este pode ser uma publicação longa, por não ter um vídeo explicando até porque eu mesmo prefiro explicar, hehe. e etc. Vamos lá ?

Criar um servidor com Plugins é muito complexo portanto irei separar o post nas seguintes partes:

0. Downloads necessários;
1. Extraindo arquivos;
2. Configurando;

0. Downloads necessários:

Spigot: Clique aqui (é só para 1.8 devido alguns avisos que a Equipe deu sobre versões inferiores a 1.8);
Notepad++: Clique aqui;
Java: Clique aqui (a versão que eu escolhi é a 7 pois a versão 8 da erros com alguns Plugins por terem suporte com a versão 7);

Ah, gostaria de esclarecer que quando um servidor tem o número da versão e um X significa que são todas as versões, ou seja, 1.8x são todas as versões acima de 1.8.

1. Extraindo arquivos;

Após baixar o Spigot, coloque-o numa pasta única para o servidor e o renomeie de spigot_server para Spigot;
Após isso, abra o Bloco de Notas e cole o seguinte código:
@ECHO OFF
java -server -Dfile.encoding=UTF8 -Xmx1024M -jar Spigot.jar
PAUSE
Agora salve indo em Arquivo > Salvar como... e salve com qualquer nome desde que no final tenha .bat como extensão de arquivo. Exemplo: QlqNome.bat



E, obviamente, para salvar basta clicar no botão Salvar.
Após isso, execute o arquivo que acabou de ser criado. O "console" carregará os arquivos do Spigot porém um aviso que é sobre a Eula que deve ser aceita ao criar um servidor! Caso estiver com dúvidas, veja um log do que irá aparecer quando isso acontecer.
Vá na pasta do servidor e abra o arquivo eula.txt e troque a letra false para true


E agora já foi a parte de extração e iremos seguir para a próxima parte!

2. Configurando;

Agora, volte na pasta do servidor e abra o server.properties usando Notepad++ (um clique com direito e clique em Edit with Notepad++) e faça as alterações que quiser!
Lembrando que não irei ensinar sobre esta parte pois o J Costa já fez um post focado neste tema e para vê-lo clique aqui)
Agora iremos abrir o arquivo bukkit.yml, que é claro, usando o Notepad++ e veja como funciona cada função que aparece no arquivo:

settings:
  allow-end: Ativa ou desativa O Fim. Padrão: true
  warn-on-overload: Mensagem de quando o servidor esta sobrecarregado ou mudança da hora do sistema. Padrão: true
  permissions-file: Defini qual será o arquivo de permissões do servidor, em breve farei um tutorial sobre. Padrão: permissions.yml
  update-folder: Define qual o nome da pasta onde terá plugins atualizados. Padrão: update
  plugin-profiling: Define se irá medir o tempo usado para o evento/funcionamento dos plugins. 
  connection-throttle: Delay antes da conexão para se conectar novamente ou algo do tipo. Padrão: 4000
  query-plugins: O servidor retorna a lista de plugins quando consultado remotamente, ou algo do tipo (aparentemente é um comando). Padrão: true
  deprecated-verbose: O servidor irá mostrar quando um plugin registra um evento "reprovado" (que deu erro). Padrão: default
  shutdown-message: Mensagem que aparecerá quando o servidor for fechado. Padrão: Server closed
spawn-limits:
  monsters: Define o limite de monstros que irão spawnar no servidor. Padrão: 70
  animals: Define o limite de animais que irão spawnar no servidor. Padrão: 15
  water-animals: Define o limite de aninais aquáticos que irão spawnar no servidor. Padrão: 5
  ambient: Define o limite de animais de ambientes (morcegos, etc) que irão spawnar no servidor. Padrão: 15
chunk-gc:
  period-in-ticks: Se definido como 0 as chucks gc serão desativadas. Padrão: 600
  load-threshold: Número de blocos que serão carregados a cada coleta, antes de considera-la. Padrão: 0 (está desativada).
ticks-per:
  animal-spawns: Esta configuração do bukkit.yml ativa aos servidor para definir o tique de delay para spawnar os animais. Padrão: 400
  monster-spawns: Esta configuração do bukkit.yml ativa aos servidor para definir o tique de delay para spawnar os monstros. Padrão: 1
  autosave: Esta configuração do bukkit.yml ativa ao servidor para definir o número de tique para cada evento de salvar tudo. Padrão: 6000.
aliases: now-in-commands.yml.

Obs: um arquivo foi pulado (spigot.yml), mas lá só se trata de arquivos do mundo e a quantidade de corações que um jogador terá, velocidade e dano de ataque, BungeeCord, comandos e algumas mensagens;

Bom isso é tudo pois ainda há uma "seção" (database) que irei pular pois isto chega a ser meio complicado de configurar e talvez em outro post eu ensine como usar e configurar. Lembrando também que este foi um post bem complexo e estarei lendo e respondendo todas as dúvidas nos comentários :)
E também, vocês devem estar querendo me xingar e perguntar como e onde coloca os plugins?
Bom, a resposta para isso é simples! Basta coloca-los na pasta plugins e ligar o servidor. Após isso, irá extrair uma pasta no qual tem os arquivos e configurações de tal plugin.
Amanhã, no primeiro post sobre isso, irei explicar mais como funciona!.

Comente!

Postar um comentário

Arquivo MSL

Posts Recentes

Licença Creative Commons